Junho 13, 2024
Destaques Internacional Portugal

Campanha em Portugal para o Rio Grande do Sul

Em Portugal, o grupo SOS RS Portugal em poucos dias angariou 200 toneladas de produtos para as vítimas das inundações no Rio Grande do Sul, mas admite dificuldades em fazer chegar a ajuda ao Brasil.

O grupo SOS RS Portugal admite estar um sucesso a campanha que realizou em poucos dias. Através da página de instagram vão colocando todas as informações. Neste momento, a maior dificuldade está no transporte para conseguir levar as enormes quantidades de doações para o Brasil. “Neste momento estamos em contacto com companhias aéreas, que não confirmaram nada, por isso nada foi divulgado. Então, toda a nossa organização (…) está a entrar em contacto com o governo do Rio Grande do Sul” para saber o que pode ser enviado e como, ou seja, por via área e marítima, e “quem são as instituições que vão receber esses donativos”, disse a porta-voz do grupo de iniciativa privada, em declarações à Lusa.

“Isso não vai ficar parado em armazém”, prometeu Andrezza Nascimento. As contribuições foram tantas que o grupo já teve de suspender as doações. Neste momento, o grupo de muitos voluntários para ajudar em toda a triagem e processo de logística. Os voluntários podem ajudar nas seguintes moradas:

  • Praceta Augusto Castilhos, 2A – Odivelas
  • Rua Padre Américo Monteiro de Aguiar, Lote 3 – Odivelas
  • Quinta José Luiz – Pontinha
  • Rua Marciano Tomaz da Costa 24, Armazém 5 – Cacém
  • Rua José António de Jesus Barreto – Amadora
  • Igreja Casa do Leão – Rua António Feliciano de Castilho, 43 – Avintes (8h-22h)

As cheias que inundaram o Rio Grande do Sul começaram no início da semana passada e continuam a destruir as infraestruturas do estado brasileiro. Entretanto subiu para 107 o número de mortos nas cheias no Rio Grande do Sul. O estado no extremo sul do Brasil regista ainda 136 desaparecidos e mais de 164 mil desalojados. O nível da água do lago Guaíba, em Porto Alegre, desceu, mas continua elevado. Há pelo menos 400 mil pontos sem energia e 500 mil sem água no Rio Grande do Sul na sequência das fortes chuvas que atingiram a região ao longo da semana.

Deixe o seu comentário

  • Como avalia o artigo?
X