Maio 24, 2024
Portugal

Douro Internacional terá centros interpretativos

O presidente da Comissão de Cogestão do Parque Natural do Douro Internacional (PNDI) revelou hoje que esta área protegida será dotada de centros interpretativos, designados por Portas do Parque, a instalar nos quatro concelhos deste território fronteiriço.

“Vamos avançar, no imediato, com o projeto de instalação das Portas do Parque, onde será instalado um centro interpretativo em cada um dos concelhos desta área protegida e, para o efeito, os municípios já escolheram os espaços destinados a estes equipamentos”, explicou António Pimentel.

O também presidente da Câmara de Mogadouro indicou que, no seu concelho, a Porta do Parque ficará no sítio do Cardal do Douro, acrescentando ainda que o valor deste equipamento poderá rondar os 125 e os 150 mil euros e que aguarda por fundos para finalizar o processo.

A autarca de Miranda do Douro, Helena Barril, disse que no seu concelho vão ficar três entradas na área do PNDI, sendo que uma fica nas imediações da cidade, junto à fronteira com Espanha. Uma outra no cabeço da Senhora da Luz, junto à aldeia raiana de Constantim. Também a vila Sendim terá um destes equipamentos, destinado para quem se desloca de sul, via Itinerário Complementar 5 (IC-5) e a Estrada Nacional 221 (EN-221).

O município de Freixo de Espada à Cinta escolheu o miradouro do Pirocão, junto à EN-221, via que faz a ligação à vila.

Já no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, este equipamento ficará localizado no Posto de Turismo da Barca d’ Alva, que sofreu obras de melhoramento, de acordo com uma publicação na Internet feita por este município.

Estes espaços serão ponto de partida para os visitantes conhecerem o território, procurarem informação, solicitarem serviços e adquirirem produtos tradicionais.

O PNDI é a segunda maior área protegida do país, onde estão inseridas 35 aldeias dos concelhos de Miranda do Douro, Mogadouro e Freixo de Espada à Cinta, no distrito de Bragança, e Figueira de Castelo Rodrigo, distrito da Guarda, numa extensão de 122 quilómetros, desde a barragem do Castro até à foz do rio Águeda.

Deixe o seu comentário

  • Como avalia o artigo?
X