Junho 14, 2024
Comunidades

Eleitos 76 conselheiros para o CCP

76 conselheiros CCP

Os portugueses residentes no estrangeiro que votaram na eleição do Conselho das Comunidades Portuguesas (CCP) escolheram 76 conselheiros, dos 90 que a nova lei prevê, aumentando a percentagem dos eleitos em relação ao sufrágio anterior, segundo dados oficias.

Os resultados das eleições realizadas no passado dia 26 de novembro foram publicados no Portal das Comunidades Portuguesas do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

De acordo com estes resultados, foram eleitos 76 conselheiros, dos 90 lugares previstos na legislação, o que representa 84,4% dos lugares ocupados.

Para esta eleição foram convidados a votar 1,5 milhões de portugueses residentes no estrangeiro.

Os membros do CCP são eleitos através de 52 círculos eleitorais referentes a países nos quatro continentes onde residem portugueses e lusodescendentes, existindo alguns Estados, como o Brasil, Estados Unidos ou França, com vários círculos.

Ficaram 14 círculos eleitorais sem representante, por não terem apresentado candidatura, segundo dados oficiais.

Não apresentaram candidatura os círculos da Austrália – Sidney e Camberra (Jacarta), Bélgica, Brasil (Brasília), Brasil (Belo Horizonte), Canadá (Vancouver), Grã-Bretanha (Bermuda), Guiné-Bissau (Abidjan, Argel, Cairo, Rabat, Abuja, Dakar, Túnis, Adis Abeba), Índia (Islamabad, Astana, Teerão), Israel (Riyadh, Abu Dhabi, Doha), Moçambique (Nairobi, Harare), Curaçau, São Tomé e Príncipe, Suécia (Oslo, Copenhaga, Helsínquia), Turquia (Ankara, Bucareste, Atenas, Sófia, Nicósia, Budapeste, Moscovo, Belgrado, Kiev, Zagrebe).

Na eleição anterior (2015), existiam 50 círculos eleitorais para a eleição de 80 conselheiros, dos quais foram eleitos 65, ou seja, 81,2% dos lugares preenchidos.

As listas candidatas foram apresentadas até ao passado dia 06 de novembro e os eleitos são escolhidos pelos cidadãos portugueses residentes no estrangeiro maiores de 18 anos e inscritos nos cadernos eleitorais para a Assembleia da República.

FONTE: LUSA

Deixe o seu comentário

  • Como avalia o artigo?
X