Junho 14, 2024
Destaques Cultura Portugal

Festas do Santo Cristo começam hoje em Ponta Delgada

As festas do Santo Cristo, consideradas a segunda maior manifestação religiosa do país depois das peregrinações a Fátima, realizam-se a partir de hoje em Ponta Delgada, Açores, sendo a procissão no domingo o momento alto das festividades.

As festas, que têm por referência a imagem do ‘Ecce Homo’, decorrem a partir de hoje e até quinta-feira da próxima semana (09 de maio), na cidade de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, realizando-se anualmente no quinto domingo a seguir à Páscoa.

Segundo o programa definitivo das festas, divulgado na página da Internet da Irmandade do Senhor Santo Cristo, hoje, pelas 11:00 locais (12:00 em Lisboa), realiza-se a missa destinada aos doentes na Igreja São José, presidida pelo bispo da Diocese de Angra, Armando Esteves Domingues, seguindo-se uma visita ao Santuário do Senhor Santo Cristo.

Pelas 21:00 é inaugurada a iluminação decorativa do Campo de São Francisco e da fachada do Santuário e abre o bazar, junto ao templo.

Um dos principais momentos das festas acontece no sábado, com a procissão da Mudança da imagem do Santo Cristo em redor do Campo de São Francisco, a partir das 16:30, num cortejo onde participam anualmente milhares de devotos, alguns descalços e com molhos de círios (velas) às costas, no pagamento de promessas.

Após a procissão da Mudança, a imagem do Santo Cristo será transportada para a Igreja de São José, onde permanecerá até à manhã de domingo.

Mas, antes da procissão da Mudança da imagem, centenas de peregrinos vão percorrer, na manhã de sábado, de joelhos, o empedrado do Campo de São Francisco como forma de pagamento de promessas ao Santo Cristo.

Pela primeira vez, este ano há uma missa em inglês, no domingo, pelas 08:00 locais, na Igreja de São José.

A missa será presidida pelo padre Larry Machado, descendente de açorianos e pároco da paróquia portuguesa de Nossa Senhora da Assunção em Turlock.

Logo após a missa, e ainda no domingo, a imagem sai pelas 09:15 da Igreja de São José para o adro do Santuário, onde ficará para a celebração eucarística (09:30), presidida pelo bispo de Stockton, na Califórnia, Myron Cotta.

O bispo Myron Cotta, filho de pais açorianos, mas já nascido nos Estados Unidos, preside este ano às festividades religiosas, que fazem deslocar anualmente milhares de peregrinos até à ilha de São Miguel, oriundos das ilhas, do continente e das comunidades de emigrantes, nomeadamente Estados Unidos da América e Canadá.

Após a celebração no adro do Santuário, a imagem do Santo Cristo é recolhida ao Convento para ser preparada para a procissão de domingo, que começa pelas 15:30 e percorrerá durante cerca de quatro horas as principais artérias atapetadas de flores da maior cidade açoriana, um cortejo realizado por iniciativa de uma freira clarissa, madre Teresa d’Anunciada.

Na segunda-feira, feriado municipal, será realizada pelas 11:00 uma celebração eucarística pelas intenções da Mesa da Irmandade e seus colaboradores, presidida pelo bispo da Diocese de Angra.

Às 14:30, haverá arrematação (licitação pública de ofertas e pequenos animais domésticos) e abertura do bazar a partir das 15:00.

Ainda na segunda-feira, realiza-se o tradicional desfile de homenagem ao Santo Cristo realizado por taxistas, bombeiros, polícias e motards, a partir das 12:30, no campo de São Francisco.

Na quinta-feira, pelas 17:00 reabre o bazar e, uma hora depois, encerram as festas religiosas do Santo Cristo dos Milagres, com uma solene concelebração, em honra da madre Teresa da Anunciada, presidida pelo Reitor do Santuário, o cónego Manuel Carlos Sousa Alves. 

Este ano, o Governo dos Açores volta a conceder tolerância de ponto aos trabalhadores da administração pública regional cujos serviços estão sediados na ilha de São Miguel, na segunda-feira das festas, feriado municipal em Ponta Delgada.

No despacho assinado pelo presidente do Governo Regional, José Manuel Bolieiro, é salientado que a festa em honra do Senhor Santo Cristo dos Milagres “tem um profundo significado para a açorianidade, que mobiliza sentimento, fé e adesão nos Açores e na diáspora”.

O executivo açoriano determinou ainda a tolerância de ponto na quinta-feira das Festas do Santo Cristo, para os trabalhadores da administração pública com serviços sediados no concelho de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel.

Deixe o seu comentário

  • Como avalia o artigo?
X