Junho 20, 2024
Destaques Comunidades Negócios Portugal

Taberna Londrina prestes a chegar a Saint-Maur, em França

Dia 23 de fevereiro será inaugurada a Taberna Londrina em Saint-Maur/Créteil. Sobejamente conhecida em Portugal, já com 15 restaurantes, a Taberna Londrina é conhecida por ter a melhor francesinha de Portugal. Saint-Maur foi o destino escolhido para a primeira aventura internacional e comprometem-se a trazer o verdadeiro sabor da francesinha, um dos pratos típicos da cozinha tradicional portuguesa, além do melhor da gastronomia portuguesa.

Esta primeira incursão além-fronteiras, baseia-se numa estratégia de levar o sabor deste prato típico da gastronomia portuguesa, a francesinha, às comunidades lusófonas a residir na região de Paris. Contudo, se por um lado, este “Mercado da Saudade” é um bom ponto de partida e o incentivo de levar a o sabor da Francesinha ainda mais longe, por outro, o desafio de implementar a gastronomia portuguesa na cultura francesa, sobretudo com este prato típico da gastronomia nacional, é o desafio e objetivo maior. É, sem dúvida, o primeiro passo não só da internacionalização da Marca, mas também da globalização da francesinha.

Um restaurante com capacidade para 50 pessoas, com um ambiente moderno, requintado e acolhedor, onde será possível degustar não só a melhor francesinha do mundo, mas também uma vasta carta com pratos de carne, peixe, hambúrgueres e deliciosas sobremesa. Toda esta envolvência alicerçada no verdadeiro de cervejaria, onde não falta uma seleção cuidada de cervejas PREMIUM dos quatro cantos da Europa.

Em 2024 a Taberna Londrina planeia abrir mais 10 novos restaurantes, dando empregabilidade a mais de uma centena de funcionários em Portugal e França. Só em Saint- Maur a expectativa é criar cerca de 20 novos postos de trabalho e servir centenas de refeições todas as semanas.

No restaurante ou em take-away, a Taberna Londrina, compromete-se a levar uma experiência gastronómica única. Visitem na 189 Boulevard de Créteil, Saint Maur des Fosses.

Deixe o seu comentário

  • Como avalia o artigo?
X