Junho 13, 2024
Portugal Comunidades Cultura

‘Vive les Vacances’, o novo livro de Tiago Martins

Depois de ‘L’Histoire du Portugal dans mon Assiette’, Tiago Martins vai lançar o livro ‘Vive les Vacances’, enquadrado na coletânea ‘O Livro Ilustrado dos Pequenos Lusófonos’.

Nas redes sociais já soma mais de 16 mil seguidores, a maior parte deles portugueses que falam francês. Tiago Martins lançou a página Portuguese Facts para divulgar a história e cultura portuguesa e é através dela que faz publicações sobre gastronomia ou factos históricos portugueses. Depois de ‘L’Histoire du Portugal dans mon Assiette’, é agora a vez de ‘Vive les Vacances’, novamente através da editora Cadamostre Éditions. Este novo livro surge em parceria com a ilustradora Romane Mendes.

Como é podemos transmitir a língua, a cultura e a história portuguesa aos nossos filhos e netos quando vivemos tão longe de Portugal?

É este o objetivo da coleção ‘L´imagier des petits Lusophones’. Estes livros pretendem ser um suporte e um contributo para a transmissão da língua e da cultura familiar. Este projeto completa a gama das Edições Cadamoste e inscreve-se na continuidade das obras já publicadas pela editora (L´Extraordinaire Histoire du Portugal e os livros de banda desenhadas da coleção Matilde et Ruben).

Vários estudos têm demonstrado a importância e os benefícios de falar várias línguas desde uma idade pré-escolar. Infelizmente, a aprendizagem do português é de difícil acesso e pouco difundida em França. O objetivo destes livros é motivar as crianças e dar os passos necessários para aceder mais tarde a cursos na escola, numa associação ou online.

Concebido por e para franco-portugueses

As imagens não são compostas por ilustrações encontradas na Internet com palavras aleatórias. São concebidas para realçar o vocabulário e a cultura portuguesa em situações realistas. Há uma verdadeira reflexão e composição sobre cada página.

Neste primeiro volume, são várias as referências à comunidade portuguesa: a escolha da palavra “lixo” para evitar o erro habitual de dizer “poubelas” (uma mistura de francês e português), a cena da viagem de carro, o regresso à família, a praia ou as festas.

O autor e a ilustradora incluíram também elementos das suas próprias histórias de vida. A igreja da aldeia do Tiago, o castelo vizinho e o “andor” da Romane na procissão da Senhora da Pena em Vila Real são alguns exemplos.

Os livros não se destinam apenas aos leitores franco-portugueses, mas a todos os lusófonos dos países francófonos (Bélgica, Suíça, Cabo Verde, Brasil, etc), assim como aos pais que se tornaram futuros lusófonos através da relação conjugal. Um jogo e recomendações (visitas, cantigas, etc.) completam o livro.

O livro estará em pré-encomenda a partir do dia 10 de junho. A publicação oficial está marcada para dia 24 de junho.

Deixe o seu comentário

  • Como avalia o artigo?
X